HIDROMEL: A BEBIDA MAIS ANTIGA DO MUNDO




O hidromel tem estado na moda nos últimos anos, provavelmente por ser relativamente fácil de produzir, ou talvez porque é a unica bebida doce que ninguém se lembraria de dizer que é “de meninas”. Com o surgimento de séries e filmes com tema medieval e Viking, a mística dos “mead halls” onde eram celebradas as vitórias em batalha, faz-nos querer provar o que está dentro daqueles copos, canecas ou cornos. O hidromel é associado maioritariamente aos Vikings, mas foi bebido um pouco por todo o mundo, especialmente entre os Celtas, Romanos e países asiáticos. Na verdade, a descoberta arqueológica mais antiga relacionada com a bebida são vasos de cerâmica com 7000 anos encontrados na China, com vestígios quimicos identificados como hidromel, indicando que esta é provavelmente a bebida alcoólica mais antiga do mundo, antecedendo o vinho e a cerveja.

Existe mais que uma receita de hidromel?


Os puristas dizem que o verdadeiro hidromel é obtido apenas da fermentação de água com mel. A receita mais antiga encontrada foi escrita por Collumella, um Romano que vivia na Hispania por volta do ano 60 A.C., e era um escritor prestigiado nos campos da agricultura e botânica. Diz o seguinte:


Use água da chuva guardada por vários anos e misture um sextarius desta água com uma libra de mel. Para um hidromel mais fraco, misture um sextarius de água com nove onças de mel. A mistura é exposta ao sol por 40 dias, e depois deixada numa prateleira junto à lareira. Se não tiver água da chuva, ferva água de nascente.

As bactérias contidas na água da chuva e os 40 dias ao sol ajudariam a criar um ambiente propício à fermentação, transformando o açúcar do mel em alcoól. No entanto, por muito eficaz que este processo fosse, provavelmente não seria o melhor em termos de higiene e felizmente algumas receitas mais recentes referem o uso de leveduras, do mesmo tipo que é usado para fazer cerveja. Outros ingredientes que figuram em receitas de hidromel são: frutas, bagas, cascas de laranja e limão, canela e outras especiarias, lúpulos e até passas, como no caso da receita Digby do séc XVII.



O hidromel pode variar entre doce e seco, com ou sem carbonatação. Pode ser mais parecido com cerveja ou com vinho. O teor alcoólico pode variar entre 3.5% e mais de 20%. Tudo depende das leveduras utilizadas, dos ingredientes usados e tempos de fermentação.




Os nossos hidroméis

Actualmente comercializamos 6 variedades de hidromel provenientes de 2 produtores, o nosso objectivo é ao longo do tempo expandir a nossa oferta e disponibilizar ainda mais opções e variedades aos nossos clientes.


O nosso hidromel mais popular é o Hidromel Odin, proveniente de uma produção artesanal, tem 5% de álcool, é produzido em cooperação com pequenos negócios de apicultura e denota uma qualidade notável. Tem um tempo de fermentação relativamente curto e usa a mesma levedura da cerveja ficando por isso mais semelhante à mesma.

Do mesmo produtor, temos também o hidromel Loki, com 7.5% de álcool, de uma cor vermelha intensa e sabor semelhante a frutos vermelhos. Semelhante, porque na sua produção não são usadas frutas nem aromas ou corantes artificiais, como ditam as regras do Metheglin. Tal como o Deus da mentira e da ilusão, este hidromel engana os sentidos. Segue o mesmo processo de produção que o Odin, com um ingrediente secreto extra ;)



Odin e Loki são populares mas na realidade não são semelhantes ao hidromel que os Vikings, Romanos ou Povos medievais consumiam, se quiser provar algo mais tradicional aconselhamos a provar o Hidromel Valhalla, que é um hidromel tipo vínico e comercializamo-lo em garrafas de 33cl ou 75cl, em quatro variedades diferentes, todas produzidas artesanalmente:


Tradicional, o mais semelhante ao hidromel Viking original, meio seco, com um sabor alusivo a cidra natural, tem um tempo de fermentação médio e usa fermento de vinho, não é filtrado, ganhando por isso depósito [tem um travo a mel mas não é doce];

Clássico, semelhante ao tradicional mas filtrado, baseado em receitas Romanas, facilmente confundido com um vinho branco seco com um travo a mel [atenção, não é de todo uma bebida doce];

Duplo Mel: lembra o licor de mel, o seu teor elevado de mel e fermentação mais prolongada conferem um sabor acentuado a mel com textura leve e fresca, doce, acompanha na perfeição uma tábua de queijos;

Freyja, com um teor elevado de mel emparelhado com frutos vermelhos que conferem uma tonalidade cor-de-rosa, sabor intenso e doce e uma ligeira carbonatação natural, lembra vagamente um moscatel, ideal para beber fresco num dia de Verão.

Aconselhamos a prová-los todos e decidir por si qual é o seu preferido, não vai ser uma decisão fácil! Esatamos prestes a lançar um pack de degustação de Hidromel que irá incluir as 6 variedades em garrafas de 33cl, o custo é o custo base das garrafas mas com oferta de portes de envio em Portugal Continental !

Decidimos abrir as pré encomendas e como OFERTA ESPECIAL as primeiras 50 encomendas irão receber um copo de barro Drakkar!


FAZ A TUA PRÉ ENCOMENDA AQUI

Skål!



Order securely from your home

Get a full refund or replacement in case the order does not match or is defective

Follow us on:

  • Pinterest
  • Facebook Social Icon
  • Instagram
drakkardesign.png