DRAKKAR: OS TEMIDOS BARCOS VIKING

Updated: Sep 1


Os vikings eram conquistadores e colonizadores e viajaram até destinos tão longínquos como a América do Norte e Arábia. Isto tornou-os experientes na construção de navios, tendo que lidar com viagens longas com cargas pesadas, navegando quer em mar alto, quer nas águas traiçoeiras dos fjords. As suas embarcações possuíam uma estrutura única que as tornava fáceis de reconhecer e eram principalmente divididas em barcos de guerra e de mercadorias, embora por vezes pudessem realizar as duas funções.



Significado de drakkar

Drakkar é o plural de Dreki que significa “dragão”, e como tal os drakkar são também conhecidos como navios-dragão. Contrariamente à crença popular, nem todas as embarcações viking eram drakkar, e o nome vem das cabeças de dragão de madeira que eram colocadas na proa de algumas delas, e também dos vários dragões esculpidos que as adornavam. Os dragões eram um símbolo popular entre os vikings por várias razões. Sendo uma criatura mítica que inspira terror, só os guerreiros mais bem sucedidos os usavam como símbolo da sua casa, e como tal significavam uma elevada posição social e também serviam para afugentar os inimigos. Outra razão para estas decorações era Jӧrmungandr, a serpente marinha gigante filha de Loki, que vive no oceano que rodeia Midgard e cresceu tanto que dá a volta ao mundo e segura a ponta da sua cauda na boca. Se algum dia a soltar, dará início ao Ragnarok. Jӧrmungandr era o maior medo dos marinheiros Viking, que acreditavam que a apaziguariam ao decorar os seus barcos com imagens semelhantes a ela, e assim conseguiriam passagem segura pelos oceanos.



Estrutura de um barco viking

Os drakkar eram navios clássicos Vikings de cerca de 16 a 20 metros de comprimento feitos de madeira, normalmente carvalho. As velas eram quadradas, de tecido de lã e com aproximadamente 12m. Possuíam casco trincado, o que significa que eram feitos de tábuas sobrepostas seguras com rebites e tinham pouca profundidade, o que permitia atracar em praias e navegar em águas com cerca de um metro de profundidade, o que seria útil no caso de gelo abaixo da superfície. Estas embarcações eram estreitas, leves e simétricas, com remos a quase todo o comprimento, o que permitia a mudança rápida de direcção, sem ser preciso dar a volta. Isto não servia tanto para fugir de inimigos, mas para evitar icebergs e blocos de gelo comuns nos mares do Norte. A tripulação de um destes barcos variava entre 25 e 60 pessoas. Todos os passageiros, excepto o piloto sentavam-se junto aos remos e os seus pertences eram guardados debaixo dos assentos. O piloto sentava-se na popa, operando o leme.


Rituais


Para os Vikings, os drakkar eram um meio de transporte e um símbolo de estatuto social, mas eles também acreditavam que se viajava de barco até ao mundo dos mortos e que poderiam levar com eles todo o espólio sepulcral com que fossem enterrados ou cremados. Todos estes objectos serviriam para o conforto do falecido, mas também para mostrar a sua posição social aos deuses. Embora os rituais fúnebres vikings variassem consoante a região e através dos tempos, era comum que pessoas influentes fossem sepultadas dentro dos seus navios, vestidas em roupas confeccionadas de propósito para a ocasião. Armas, objectos pessoais, decorações e animais sacrificados também poderiam para ser adicionados e segundo alguns relatos, escravos e membros da família poderiam voluntariar-se para acompanhar o falecido. O navio seria então coberto de terra e rochas para formar um tumulus ou poderia também ser cremado numa pira funerária.

De acordo com o escritor do século X Ibn Fadlan, quando um homem pobre morria, a família e amigos chegados construíam um pequeno barco para colocar o corpo, que de seguida queimavam.

Por todas estas razões, os drakkar eram mais do que um meio de atravessar águas. Mostravam a posição social do proprietário, inspiravam respeito e estavam ligados à espiritualidade pelas suas representações de criaturas míticas e por serem o veículo que transportava a alma depois da morte. Os navios-dragão são um símbolo de coragem, ferocidade e protecção na passagem para o mundo dos mortos.


Venha visitar-nos em tabernadrakkar.com e veja os nossos vários artigos inspirados em drakkar desde acessórios a caixas de madeira decoradas artesanalmente.


Order securely from your home

Get a full refund or replacement in case the order does not match or is defective

Follow us on:

  • Pinterest
  • Facebook Social Icon
  • Instagram
drakkardesign.png